Dentro dos amarelinhos tudo é 100% natural

Ervas e especiarias Kitano são livres de aditivos ou conservantes.

Vamos recapitular o que aprendemos com a nova campanha "Rodrigo, o estagiário"? Tudo começa na horta, onde as ervas e especiarias são cultivadas. A Kitano possui parcerias com produtores rurais que são responsáveis pela primeira etapa de produção dos produtos: o plantio e colheita, como mostra o 1º episódio da jornada de aprendizado do Rodrigo, "Terra".

Na segunda etapa de produção, por meio de uma técnica simples e milenar chamada de desidratação, removemos a água dos alimentos frescos em altas temperaturas. Depois, as ervas e especiarias serão flocadas, moídas, limpas e embaladas, como explicamos no 2º episódio, "Armazém".

E não podemos esquecer de falar de um diferencial que só a Kitano tem: a embalagem!
Os amarelinhos da Kitano, como chamamos carinhosamente, possuem estrutura rígida, que impede o rompimento durante o transporte e contam com a tecnologia "abre-fecha", mais uma inovação com selo de qualidade da General Mills, que ajuda a manter o aroma e sabor dos produtos no dia a dia.

Em poucas etapas, concluímos o processo de produção da Kitano, livre de conservantes e aditivos químicos, com a garantia de produtos 100% naturais que vão temperar dos mais simples aos mais criativos pratos brasileiros. Vamos temperar com Kitano?